sexta-feira, 18 de junho de 2010

frialdade fora de época


Quando é que param este frio e este vento, para eu pôr os meus vestidos?

10 comentários:

Si disse...

O segredo é encontrar locais da nossa infância onde o calor das recordações (e um longo paredão) nos aquece a alma e o corpo.

annie hall disse...

Pois a escolha neste armario está bem conforme uns passeios no campo .Cores claras , linho que é fresco e sempre as echarpes para proteger do vento que insiste e não vai embora ,sapatos grossos e confortaveis , nada de muito glamour mas a roupagem ideal para o campo ou um passeio na praia.Falta ali ao menos um chapéu .... nada mais ;)

Gi disse...

Domingo. :D

Blondewithaphd disse...

No f#$%ing idea!
Ainda ando a tomar banho de aquecimento ligado:(

Pitanga Doce disse...

Ai que hoje eu nem me incomodava com o frio e nem com o vento. Queria sair por embalada nessa música que tens aqui e ir na direção certa, se é que me entendes.

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

"Se o calor não vem até nós, então vamos nós ter com ele"
Pelo menos foram estas as palavras que li nos folhos do segundo vestido a contar da esquerda...

Pitanga Doce disse...

Ai Patti, já vim aqui umas vezes só pra ouvir a música. Eu a conheço mas não lembro o nome. Diz pra mim, pra procurar no Youtube.

beijos.

f@ disse...

Hoje mesmo Patti...
o S. Pedro prometeu ligar o ar condicionado no máximo....

Beijinhos

Rosa dos Ventos disse...

Hoje melhorou!
Vamos ter 28º...
O que escolheste para inaugurar a época de Verão? :-))

Abraço

Fatima disse...

Julgo que por esta altura, já terás tirado os vestidos o armário......