segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

meu o início, vosso o final #2


E pronto. Foi esta semana. Entrei em provação alimentar.
Asneiras saborosas, excessos nutritivos e pecados calóricos serão esquecidos durante alguns meses. Deixarão assim de ter lugar no meu prato.
Mas sabem tão bem...o que me custa, sabem lá vocês.
Bom, reza a lenda das dietas, que sempre que alguém decide retomar o saudável caminho da contenção nutritiva, muitos hidratos de carbono sofrem verdadeiros percalços nas suas excessivas vidas.
Soube em tempos de um suculento bife do lombo com ovo a cavalo, ser rejeitado numa mesa durante um almoço de amigos, por se apresentar demasiado gordo. Ora acontece, que nessa mesma tarde o suculento naco,
finalmente decidira pedir em casamento a mão da bela sericaia com calda de ameixas. Assim, a sua não admissão à mesa dos convivas revelou-se num real desastre amoroso.
O bife não mais admirou a sua sericaia. Os seus olhares não se trocaram. Os seus pratos nem se roçaram. E os seus aromas sequer se misturaram. Uma tragédia quase fatal, aquela refeição.
Não fora o inestimável préstimo da sua companheira e amiga de tantos anos, a batata frita caseira às rodelas, mais o tinto da casa e a airosa broa de milho, que logo se dispuseram a encontrar solução para o funesto desencontro, jamais os dois amantes se voltariam a refeiçar.
Vai daí, resolveram...

...e agora, caros leitores do meu blogobairro, continuam vocês a história. Aqui ou no vosso blog.

14 comentários:

josé luís disse...

… cooperar entre si e publicar na net um abaixo-assinado, cujo teor aqui se reproduz (sob licença), e que ao atingir as 5000 assinaturas teve direito a audição na AR, com declarações de solidariedade por parte de todos os quadrantes políticos:

«Nós, a batata frita caseira às rodelas, o tinto da casa e a airosa broa de milho, abaixo assinados, vimos por este meio solicitar a sua participação e assinatura no sentido de pôr cobro a uma gritante injustiça com a qual, infelizmente para todas nós, honestas iguarias da cozinha portuguesa, temos que conviver em quase todos os inícios de ano e segundas-feiras. Acontece que muitas senhoras não nos resistem e sucumbem aos prazeres da carne (e do peixe, e dos doces…) e só se arrependem quando se pesam ou tentam vestir uma roupa mais justa… Depois, já se sabe, vem a confissão de “excessos nutritivos e pecados calóricos” e promessas (regra geral infrutiferamente vãs) de “serem esquecidos durante alguns meses, deixando assim de ter lugar no prato”… Ora, que culpa têm o nosso colega bife e a nossa estimada amiga sericaia? Há alguma razão que os impeça de refeiçoar em conjunto lá porque uma senhora não possui auto-domínio? O nosso prezado bife não é um patife! E a querida sericaia não é uma serigaita, gaita!
Como tal, ajude-nos e assine esta petição para acabar com as dietas fruto de remorso, que tanto prejudicam o refeiçoar dos nossos colegas!

Assinam:
Batata frita caseira às rodelas
Tinto da casa
Broa de milho
(assinaturas devidamente reconhecidas)»

BlueVelvet disse...

Ai, ai,
metes-nos em cada "assado".
Ok. Vou pensar.
Beijinhos

annie hall disse...

Desta vez vou só saborear o que escreverem :) O inicio já me deixou cheia de apetite...

Si disse...

Ahahahahahahaha!
Eu não acredito!
Uma saga alimentar!
Tenho um texto escrito já há uns tempos com uma coisa assim parecida, embora as personagens sejam diferentes!!
'Great minds think alike' não é dona sagitária Patti???

Pitanga Doce disse...

AGORA SIM!!! ESTA FOTO É QUE BEM MERECIA MULTAS, COIMAS,CHIBATAS, EU SEI LÁ O QUE!! ISTO É UMA PROVOCAÇÃO DA PIORES. ESTOU REVOLTADA.

CORTEM-LHE A CABEÇA!!!!!!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Posso continuar, dando uma dentada no bife?

Filoxera disse...

Ultimamente, pouco consigo ler. E estou incapaz de escrever, sobretudo criando histórias.
Por isso, não darei continuação a não ser a leitura.
Beijos.

paulofski disse...

Olha que eu já ferrava qualquer coisita!

Hummm... o bife tem ares de Mirandela, o ovo de poedeira caseira, aceito o repto. Amanhã quem serve o almoço sou eu!

salvoconduto disse...

Bife à Portugália? Com uma cervejola? Porque não? Enquanto vou molhando o pão dou tempo a que dêem continuidade à história e que me apareça uma sobremesa de jeito.

Mike disse...

Ovo a cavalo do bife... humprfftt!... que história mal contada, senhora presidentA... (risada)

Rita disse...

Eu tão precisada de fazer uma restriçãozita alimentar e chego aqui e ou de caras com este repasto de fazer crescer água na boca, não é justo. Ainda no Domingo disse para mim mesma "a partir de hoje vou começar a comer cereais ao jantar" e o que é que eu fiz depois, nada disso...Porque é que eu não consigo fechar esta boca?
Jokas

Luísa disse...

Querida Patti, já está! ;-)

pedro oliveira disse...

Não é para ser desmancha prazeres,mas não troco um bom peixe grelhado, por um bife com ovo a cavalo,muito menos com batata frita.
uma vinda de fugida,pois esta semana está a ser dificil e só termina do sábado.

Fatima disse...

Ora aqui está um prato que simplesmente não como.
Bife nem pensar
Batata frita ainda menos
Salva-se o ovo

Bjs e bom Domingo