quarta-feira, 13 de outubro de 2010

alerta


Se numa sala de espera de um consultório, na fila do supermercado, na cadeira do cabeleireiro, ou numa ida ao cinema, escutarem conversas entre pessoas com mais 30 anos do que vocês, do tipo:

. ontem estive até tarde, à espera que me fizesses chegar as galinhas;
. já te dei os pregos, mas não me enviaste a madeira;
. então e a palha para os cavalos?
. as tuas couves estão a dar-se bem?
. comprei uma série de patos;
. podíamos partilhar os porcos.

Não, não pensem que é o êxodo rural, que a agricultura veio para ficar, que a criação de gado compensa, ou que a reforma agrária está de volta.
Não, nada disso.
Antes fosse.
É mesmo a vossa mãe - sim, a vossa própria mãe - que joga ao Farmville com as amigas...

18 comentários:

Sinapse disse...

lol! bem observado! a minha Mae tambem!

salvoconduto disse...

A minha mãe no Farmville? Tu livra-te!

Gi disse...

O Farmville é um mundo! ;)

paulofski disse...

Pois esse é um tipo de conversa que a minha mãe tem no talho:

- A quanto está o bife do lombo?
- Separe-me faxabôre 200 gramas de fiambre.
- Ai que frango tão pequenino! Não tem mais gordinho, não?

Poetic GIRL disse...

LOL... é o lado agricultor de cada um de nós! Confesso que experimentei, mas deixei-me disso! bjs

Dulce disse...

Sabe que tenho resistido valentemente aos apelos da Farmville, apesar da insistência de minhas amigas? ris... Acho que é porque nunca fui muito apegada à vida no campo... hehehe... Porque idade para jogar, bem que eu tenho... rs...Mas não conte pra ninguém. É segredo de Estado, viu?... rs...
Beijos, Patti, um bom dia para você.

Tite disse...

Sim eu sou Mãe e Avó e Tia e Irmã e Filha... passo um tempão na blogoesfera mas não me vão apanhar viciada em Farmville.

Juro!!!!!

Já me chega o jardim que me dá um prazer imenso e só troco uns pés de sardinheira ou de roseira quando as vizinhas me pedem.

BlueVelvet disse...

Ah, ah. Brilhante.
Só tu para te lembraraes duma destas:)

josé luís disse...

realmente, já não há pachorra para estes joguinhos no "feissebuque"...

ouvi dizer há dias que existem actualmente mais de 500 milhões de utilizadores, e isto em meia dúzia de anos!
(ou seja, no milénio passado havia mais 500 milhões de pessoas com uma vida própria...)

Pafezinha disse...

ahahahahahaah :)

annie hall disse...

:) e :( tenho no meu relacionamento próximo amigas que quase não fazem mais nada....ali metidas em casa a jogar ....algumas , muitas nem têm tempo de um jantarzinho sem me pedirem para irem ao computador.....sociedade triste , a meu ver. hoje ao ir dar um passeio no campo e tirar umas fotos ,passei na casa de uma .-vens? :-"ai , agora não posso , tenho um negocio em mãos mt importante e depois tenho de tratar dos cães".....fui com o meu Benjamin .
Fiquei assim para o triste :(

Justine disse...

Ridículo, não é?
(eu quando falo dos meu coentros, refiro-me MESMO à minha hortinha de cheiros:)))) )

Dulce disse...

A minha mãe? Eu ia ficar muito surpreendida!...
Prazer em ver-te de novo, Patti. Andei longe uns tempos, nem sei porquê. Estou de volta.

Pitanga Doce disse...

Estou com a Justine. No dia em que eu tiver que cuidar dos nabos e das cebolas hão de ser de verdade. E salsa, que dá uma gostinho especial aos bolinhos de bacalhau. hehe

Luísa disse...

Patti, a minha Mãe ainda não aderiu às maravilhas da informática. De resto, rejeita qualquer adereço tecnológico que exiba mais do que três botões. ;-D

Blondewithaphd disse...

Ó sim, venha de lá o Farmville que a agricultura no mundo real já está abaixo de crise.

Rosa dos Ventos disse...

Então aqueles porquinhos que eu encontro no facebook de alguns amigos é isso?
Mas só encontro no de jovens, não encontro por lá mães de família...
Não percebo nada daquilo! :-))

Abraço

Turmalina disse...

Eu assumo...eu tenho uma fazenda no FB! E não é de todo ruim, desde que você não transforme alguns minutos de relaxamento em vício.E eu tenho vizinhos impensáveis...rss..