terça-feira, 23 de junho de 2009

locais no avesso de nós


Por vezes, muitas vezes mesmo, viver não será somente nascer, existir e desaparecer.
Há tantos lugares em nós a despertar todos os dias...
Lugares que envelhecem, os que desaparecem, outros que apodrecem, aqueles que amadurecem e a maioria que simplesmente renasce.
Pena é, que pouca gente repara nisso. Em si própria; e quando o faz já há tão pouco para renovar.

25 comentários:

Pitanga Doce disse...

É por isso que ando sempre a reparar em mim. Ainda hoje passaram-me uma creme no corpo todo, à base de cafeína e aquilo era tão macio que eu quase escorreguei pela mesa da massagista abaixo. Ainda bem que ela tinha a janela fechada. A sala fica no quarto andar. hehehe


PS:Este recado tem endereço?

salvoconduto disse...

É como dizes, infelizes aqueles que não são capazes de se encontrar, de se descobrir.

mjf disse...

Olá!
Concordo com o teu excelente post:=)
Mas quanto ao " repararmos em nós"...ás vezes é o melhor:=((

Beijocas

PAS[Ç]SOS disse...

Acredito que sim… creio, porém que muitas vezes só reparamos neles, de facto, ao olhar para trás… e o prazer de ter prazer neles, de vivê-los, ficou tantas vezes diluído num presente que se teima em custar viver.

Patti disse...

Pitanga:
Entendo a tua pergunta, mas nunca caí na tentação de utilizar o Ares como 'moço de recados', salvo a excepção dos post-brincadeira.
Mas se quiseres este post pode ter endereço em todos nós.

Café, hein? Açúcar ou adoçante?

Pepper disse...

Concordo plenamente contigo...

Por acaso estou a precisar de um café daqueles!

Teresa Durães disse...

acredito que a vida são ciclos e que pedaços do passado morrem mesmo ou desaparecem para dar lugar a outros que nascerão

"Live and let die"

R.Rosmaninho disse...

Parece-me que a capacidade de repararmos em nós, de nos darmos tempo, de nos conhecermos, de nos permitirmos ser únicos, será a melhor forma de nos sentirmos felizes, mesmo no meio das coisas terríveis que por vezes nos acontecem ou vemos acontecer aos outros.

Pitanga Doce disse...

Patti, nem açúcar nem adoçante ou as formigas faziam fila atrás de mim. Mas olha... aqui bem baixinho: funciona!!!

Pitanga Doce disse...

Será que a Si vai ao São João do Porto?

Luísa disse...

É difícil comentá-la, Patti, porque eu acho que tudo vai envelhecendo um pouco, e o segredo é retardar a marcha. Mas «aprender até morrer» tem, talvez, essa permanente renovação implícita, Patti. Será?

Filoxera disse...

Sim, mas mais vale tarde que nunca. Acho que quem nunca tomou uma atitude dessas está sempre a tempo de tomá-la. É preferível do que nunca se dar ao trabalho...
Beijos.

Luz disse...

Patti
Também sou uma desbravadora de mim mesma.
E ando atenta para de mim não distanciar.
Beijinhos

Mike disse...

Safa, eu gosto mesmo de ler o que esta senhora escreve. Mas do que eu gosto mesmo mesmo neste post é do título. :)

Nina disse...

Reparar em si mesmo é o que mt poucos fazem, sabe Patti?? Se dão por satisfeitos, os infelizes, a ficar reparando nos outros, por sinal, só nos defeitos dos outros.
Hipocrisia é algo que me tira do sério.
Um beijo pra ti

Gi disse...

Nem sempre deixamos espaço para os lugares poderem renascer; quando eles reaparecem nós nem damos por eles pois enfiaram-se num cantinho de nós.

Patti disse...

Luísa:
Mais do que retardar a marcha, nos dois sentidos (físico e psicológico), acredito que há sempre novidades até ao fim.

Coisas que renascem, que se renovam em nós de uma nova forma mais adequada à idade, ao nosso temperamento, que entretanto também se alterou, mas principalmente às necessidades do momento; no fundo descobertas e surpresas no nosso caminho, que se nos podem escapar se não estivermos atentos, por serem às vezes muito subtis.

Acredito que damos sinais a nós próprios, aos quais não prestamos a mínima atenção e é pena.

pedro oliveira disse...

Feliz dos que se reinventam todos os dias e descobrem que podem ser diferentes, não é fácil,mas temos de tentar.
bjs

bacouca disse...

Patti,
Num saltinho, pois a filhota foi "projectar" para outro lado(!) venho só deixar um beijo e dizer que concordo em pleno com este titulo e matéria do post: renovar. Todos os dias eu me renovo: fisica e mentalmente. A parte fisica não é por vezes totalmente como eu gostaria mas renovando o "5º" tudo o resto se torna muito mais fácil!
Um beijinho

cristina ribeiro disse...

E há coisas que vamos descobrindo com o tempo e só então lhe damos o valor que realmente têm: é quando nos damos conta de que o tempo não espera por nós.

claudia disse...

Aprender a conhecer-nos sempre foi tarefa dificil e isso sem contar com os " incorregiveis " que podemos ser! Muito dificil a tua proposta.

Rosa dos Ventos disse...

Somos unos e diversos!
Somos de facto muitos num ser único...

Abraço

Pedro Lopes disse...

"viragem aos 80", é o que este post me faz lembrar

paulofski disse...

Pronto. Despertei para uma rotina, um gosto em visitar lugares que me amadurecem. Vou ler o que perdi por aqui.

Marta disse...

Agora, PATTI, dava-te a tua flor preferida :)

Tanto isto!