sexta-feira, 21 de março de 2008

hoje . . .

é o início da Primavera . . .


. . . e parece que se comemora tudo.

O dia da árvore, o dia da floresta, o dia do sono, o dia do combate à tuberculose, o dia para a eliminação da discriminação racial e amanhã o dia da água.

. . . e ainda o Dia Mundial da Poesia


foto de Rodrigo da Cunha
Instante

A cena é muda e breve:

Num lameiro,

Um cordeiro

A pastar ao de leve.


Embevecida,

A mãe ovelha deixa de remoer

E a vida

Pára também, a ver.

Miguel Torga

6 comentários:

Anónimo disse...

Oi "piquena" para mim comemora-se o "principio do resto da minha vida".
Bjs

Patti disse...

? Quem és tu anónimo ? Pistas!

M&M disse...

Alô,
uma autêntica sopa da pedra este dia.
obrigada pela alembradura.

Anónimo disse...

Apenas alguém que acompanha a tua escrita, e te admira, nada de especial.
Igual a mim só eu próprio.
Xau, continua, força!

Glamourous Girl disse...

Eu cá acho que vou comemorar o dia do sono ;0

susana catarino disse...

simplesmente adoro este poema de miguel torga... um dos meus favoritos... como uma grande amiga minha diz... é assim que a vida acontece!