quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

passa tempos

foto de jimmy backius

Esta foto foi tirada durante uma viagem ao mar da Sibéria, onde conheci um tártaro das estepes, que pertenceu à brava linhagem do valente correio do czar, de consistência de ferro e de fausto coração, chamado Miguel.
E também foi tirada, numa viagem com vikings barulhentos perto do mar da Noruega, quando me levaram para um passeio fresco, embrulhada em peles quentes de urso e lobo, minutos antes de visitarem por mar... talvez a desconhecida Islândia.
E ainda a consegui tirar, durante um inverno japonês, quando um aristocrata samurai, seguidor honroso do Bushido, me tentou ensinar na sua infinita paciência, o manejo do arco e da flecha e a decapitar com destreza, cepos ocos.
E tirei-a pela última vez, numa corrida a cavalo junto ao rio Amur, com um huno meu amigo da tribo de Temujin, o jovem que unindo turcos e mongóis foi aclamado como Genghis Khan.

25 comentários:

fugidia disse...

Hum... gosto do cavaleiro, seja ele quem for :-)

Patti disse...

Fugidia:
Eu penso que ele até é um fugidio...

salvoconduto disse...

Vou ter que me por à tabela, essa de de aprenderes a "decapitar com destreza" deixa-me preocupado...espero que te quedes pelos cepos.

Pitanga Doce disse...

Esta mulher nunca pára. Olhem só como ela "passa o tempo"!

beijos Patti

PS: Lareira acesa????????????

Free disse...

Os pensamentos viajam.Cavalgam.Bonito cavalo.

Gi disse...

Com amigos como os teus, ninguém te quer como inimiga, apre.
Este Miguel era o Miguel Strogoff?

pedro oliveira disse...

é que pode ser tudo, digo eu!
Sim senhora nossa Presidente um passatempo com muita Categoria, a mimha aposta vai para a última dos turcos e mongois.

Si disse...

O que a imaginação transborda com fotos poderosas (ando a utilizar muito esta palavra para comentar neste blog...huuummm...porque será??)
Há quem devaneie para junto de fábulas e há quem pura e simplesmente se deixe ir ao sabor dos ventos da História.
Beijinhos

Teresa Durães disse...

Li o livro - O último vicking, e é uma delicia

annie hall disse...

Vim só deixar desejos de um bom ano de 2009 .

Nina disse...

uau! que interessante e que foto super bonita!!!

patti querida, vim te desejar feliz natal antecipado. estamos saindo de viagem para passar com a familia, mais pro norte...
tudo de bom sempre e mts alegrias!
beijao!

Ka disse...

O que eu quero mesmo saber é quem é o outro que se esconde na fotografia!!!

Pensas que nos enganas mas não...nós vemos tudinho :D



Beijoss

Si disse...

Tenho que juntar um pequeno pormenor quando reli o post(a sua escrita tem destas coisas, leva-nos a ler os textos mais do que uma vez, que mania....). De repente fui transportada para aquela viagem alucinante que o tempo fez nas páginas da Rosinha com 'as tranças de inês'..... e também é com estas leituras e reflexões que às vezes me perco no tempo (aiiii, que já são estas horas...fui!)

BlueVelvet disse...

Eu iria pelo Gengis Khan mas não me admiraria que tivesses tirado a fotografia com a tua máquina quando foste ver o Cavalia.

Paulo Cunha Porto disse...

Ena, o sabor borgeseano (ou Borgeano, se for mais elegante) pattinteado, com a Nossa Querida Autora na pele de Condessa de Saint-Germain!
E em cada um desses coágulos de Vida que é a Fotografia, li eu uma - e toda a - página do Livro Eterno e Ilustrado que é o Génio Criativo em osmose plena com a Herança colectiva percebida.
Beijinho, Patti

FM disse...

Interessante.
Beijos com Essências.

1/4 de Fada disse...

Tantas viagens numa imagem... esta apela ao nosso imaginário colectivo, desperta a aventura que vive em todos nós. Mais um belíssimo texto, Patti.

cristina ribeiro disse...

E tudo isso numa imagem fantástica, Patti. Muitas histórias, realmente, com a aventura como pano de fundo.

de dentro pra fora.... disse...

Fui levada até bem lá atras onde em tempos passava uma serie na RTP ao domingo,...não consigo lembrar o nome, sei que cegaram um dos guerreiros com uma espada quente, ficou a imagem, e agora voltou...

Filoxera disse...

Foste com eles na garupa, contaram-te histórias de aventuras e ficaram amigos para sempre, não foi?

Luísa disse...

É interessante, Patti, como, numa única figura, consegue ver os quase antípodas vikings e samurais. E como eu consigo vê-los também. O mundo é e sempre foi muito mais pequeno do que se poderia pensar. :-)

LeniB disse...

Mais uma das tuas belas imagens, que nos levam a viajar...

paulofski disse...

Como é bela a tua viagem desde as longínquas e inóspitas paisagens siberianas, que visita mares e terras nórdicos, usa a arte dos guerreiros samuais, cavalga selvagem pelas estepes do império otomano, e tudo isto em menos de 150 palavras.

Patti disse...

Vizinhança:
Pensando melhor, penso que tirei esta fotografia lá longe no fim do mundo ...na Terra do Fogo, quando de um passeio com o Fernão de Magalhães.

O2 disse...

è engraçado, vejo-te do outro lado da foto, de maquina na mão...

:)

Beijo