sexta-feira, 15 de agosto de 2008

e se ...

foto de Reis@DiasDosReis.com

Eu tinha passado por ali, 10 minutos antes, para ir buscar a minha filha às Amoreiras.

Quando regressei, era o caos. Houve uma vida, ou duas, ou três, ou provavelmente muitas mais, que se alteraram para sempre naqueles míseros 10 minutos.

Um dia, tudo pode desmoronar, como se fosse um castelo de cartas.

O pior será, se esse último sopro não for dado por nós.

6 comentários:

Tá-se bem! disse...

Passei quase toda a minha vida a pensar, e se...

Hoje faço um esforço enorme para viver o agora sem demasiados e se..

Estava a tornar-se numa obsessão que me impedia de viver!

Desejo-vos um óptimo fim de semana, e se... chover, aproveitemos o lado positivo da coisa ;)

Beijoooo

Patti disse...

Tá-se:
Bom para ti que mudaste.
Sou optimista por natureza, raramente penso em se's a não ser quando é totalmente inevitável, como neste tipo de exemplos, em que não dependes de ti, mas estás à mercê da irresponsabilidade de terceiros.

SONY disse...

Um grande problema esse que se vê muito nas estradas, temos que estar bem atentos, acidentes...já não é suficiente conduzir bem, ter um carro são, ter responsabilidade...nada depende de nós na vida da estrada, e nem na estrada da vida!

Também me faz pensar quando os vejo de perto...e o que mais me preocupa não é o último suspiro ali...é o que farei outros sofrer pelo meu último suspiro!

A MORTE NÃO A TEMO...TEMO A VIDA!!!!

Quantas vezes terei eu passado aí?

Um beijo,

Sony

f@ disse...

Se reflectir nos torna + atentos...responsáveis se assim pudermos ir em paz,ver o mundo e a vida com outros olhos...

Todos os castelos de cartas e areia... e os castelos no ar serão altos e resistentes... talvez a desagregação seja harmoniosa...

BlueVelvet disse...

Penso muito nisto.
Às vezes apetecia ter um botão de Rwd para mudar tudo.
Mas ele não existe na vida.
Felizmente que passáste antes.
Beijinhos

LuxusBoy disse...

Somos um pequeno grão de areia neste imenso mundo.

Palavras sublimes, acompanhadas de um som enternecedor, que me fascina a vista.

Todos pensamos que aquilo que vemos, só acontece aos outros. E que estamos imunes de tudo. Nem sempre é assim.

Um dia perdi uma pessoa muito querida, e o meu castelo de cartas desmurenou, naquele dia disse para mim "Quero ir também, pois sem ti eu não sou nada!". E a verdade, é que com o tempo, peguei em cada carta. E hoje tenho de novo a minha vida.

: )


O 'se', é uma mera palavra. Inutil até.

Beijo | Luxus Boy | True Star *