quarta-feira, 22 de abril de 2009

nos meus textos


Depois de um dia estafante, sentei-me aqui a pensar no que iria escrever. O cansaço era tanto, que não tinha qualquer disposição para me debruçar sobre um tema, pensar no início, desenvolver, depois divagar e inventar, preparar uma conclusão, escolher a fotografia e o pior, rever tudo à cata de possíveis erros, mau português, frases confusas, texto palha e evitar ao máximo para não fazer quatro coisas:

- escrever uma ',' (vírgula) antes e depois de um 'e'; *
- abusar dos 'que';
- colocar a torto e a direito ',' (vírgulas);
- utilizar '!' a não ser unicamente como excepção;

Preconceito meu? Talvez.
E vocês? Quando escrevem um texto, qual é o 'erro' (exemplo concreto) que têm sempre atenção de não cometer?

* exemplo: 'sentei-me, comi um bife grelhado e, enquanto olhava...

36 comentários:

bell disse...

A vírgula depois de "e" nem sempre é incorrecta. Por exemplo, nessa frase que apresentas, vais intercalar um sintagma, precisas da vírgula. Já o uso e abuso de "que" desfeia qualquer escrita.

Sinapse disse...

Excelente! (pimbas, com s no fim e tudo, lá vai um ponto de exclamação) ;)
Eu preocupo-me com a estética e a cadência do texto ... e ausência de erros ortográficos.
Abuso das vírgulas depois dos e mas só para intercalar ... e, nas caixas de comentários, também abuso das reticências! (pimbas, mais um ponto de exclamação) ;)

Anónimo disse...

Na escola primária ensinaram-me que não se colocava vírgula a seguir ao e. Mais tarde comecei a ver nos livros, jornais e revistas que colocavam a vírgula a seguir ao e. Comecei a colocar. Não sei qual a forma correcta.

BlueVelvet disse...

LOL. Que post giro.
Olha, eu tento não colocar acentos não devo ( erro recorrente: sozinho e chazinho onde ponho quase sempre acento e depois tenho que tirar), ter muito cuidado com as vírgulas nos sítios que referes e usar poucos pontos de exclamação.
Adorei a imagem.

pedro oliveira disse...

Ui, são muitos.As virgulas,ai as virgulas.Repetição de termos.Tempos verbais,enfim algumas preocupações de quem escreve normalmente os textos a correr.

once disse...

acuso-me já eu :)
começar a contar algo .. sair do tema e dar voltas e voltas e perder-me na teia de tudo o que quero dizer, perdendo a clareza que pretendo.
(do tipo: Sair de Lisboa para o Algarve e passar no Porto primeiro como se ficasse a caminho) ;)

PAS[Ç]SOS disse...

No imediato lembro dois:
- evitar 'que', dos quais uso e abuso na mesma;
- evitar repetição da mesma palavra, mas que também acontece...

CNS disse...

Tenho o mesmo preconceito com os 'que' e principalmente com o '!' !!!!

um abraço

Cerejinha disse...

Ultimamente dou comigo a dar com cada erro que é de gritos! Fico furiosa comigo mesma... deve ser de ler tanta asneira.

Marta disse...

Eu, para dizer a verdade, quando escrevo, ou melhor, enquanto escrevo, não penso!
Só depois!
E, às vezes, já é tarde! :)

Mad disse...

Há casos em que uma vírgula depois de 'e' não está errado. O teu exemplo é um deles. Digo eu, que escrevo "de ouvido" :)

Eu preocupo-me com a fluência do texto. Tenho tendência para as frases demasiado compridas e muito entrecortadas por parentesis e travessões (iguaizinhas aos meus pensamentos!)

Bjs.

Mad disse...

Já te disse que tens um bom gosto do caraças para escolher fotografias?

:)

Patti disse...

Vizinhança:
Eu não digo que a vírgula depois de um 'e', é incorrecto fazer-se.

Eu pessoalmente é que não gosto mesmo nada e nunca o faço.

'Cheira-me' a redundância.

Álex disse...

poissss, eu, como não escrevo assim bem, preocupo-me com os erros ortográficos, dos acentos... não digo nada porque mistuto com os espanhóis e ponho a menos e a mais e com a cadência; creio que tb. tenhoa tenção á repertição dos «que» pq é grande...

Si disse...

Os erros ortográficos, são, de facto, os que eu considero mais graves, já que, não sendo naturais em mim, às vezes me surgem, como dúvida relativamente a palavras que já não uso há algum tempo - daí o dicionário on-line fazer parte dos meus favoritos.
Quanto a erros de pontuação, a verdade é que já não me recordo do rigor das regras, pelo que o faço instintivamente e, curiosamente, tal como agora e no exemplo que deu, uso a vírgula a seguir ao 'e', para reforçar (ou redundar...) o raciocínio intercalar ao da frase.
Já agora, para finalizar o comentário, acho que, cada vez mais, as regras ou os erros (não ortográficos, obviamente) são discutíveis, quando temos formas tão distintas de utilizar o português na literatura e nos vemos a braços com acordos que nos dizem que aquilo que era verdade até ao momento, passou a ser mentira...

P.S. Erros que quase toda a gente comete, porque já fazem parte da liguagem corrente? Dizer 'prefiro muito mais'; 'haverão' (significando 'existirão'); 'demora-se' (em vez de 'demorasse')

R.Rosmaninho disse...

As exclamações e as reticências são uma das "muletas" que tento evitar porque sei ter tendência para as usar. O que acabei de fazer - rimar - também evito.
Quanto aos "que", fiquei a pensar no assunto e ainda bem.

Teresa Durães disse...

ospronomes reflexos dão-me cabo do juízo

de dentro pra fora.... disse...

Ui!...acho que devem ser tantos, mas conforme vou pensando vou escrevendo, no fim logo se vê.
Mas já viste a importançia da virgula numa frase? Pois foi isso mesmo que eu mostrei um destes dias lá em 'casa'

Beijinhos

Gi disse...

Repetições de palavra e muitos "ques".
Ia-te dizer o mesmo que a Bell aqui escreveu.

ematejoca disse...

Há um gato arrepiado à tua espera no "ematejoca azul", minha cara Patti!

maria inês disse...

O meu maior erro é não rever nem que seja uma pequena frase.

Uso e abuso da pontação, principalmente "!" !

Funes, o memorioso disse...

1- A vírgula a seguir ao "e" é obrigatória nas orações intercalares. Por exemplo: "Deus é omnipotente e,é bom não o esquecer, omnisciente.

2- O grande disparate que tento acima de todos evitar é o uso de reticências, para assinalar a ironia.
Por exemplo: "A TAP é uma grande companhia aérea... quando não voa". Isto é uma aberração literária inconcebível. É o autor do texto a tomar o leitor por imbecil e a explicar-lhe a anedota: "atenção leitor - dizem as reticências - isto que se segue não é para ser tomado à letra; é uma ironia".
Odeio as reticências, usadas para sinalizar a ironia.
E aprendi isto com Umberto Eco. E adoro começar frases por "e".

ematejoca disse...

Olá Patti!

Se gostas de abraços vai ao:

http://baumgartl.blogspot.com/

há lá um para ti!

~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~~

Não sabia que as reticências eram usadas para sinalizar a ironia. Eu uso-as para sinalizar, que ficou alguma coisa por dizer.

O meu maior erro é o uso e abuso do "!" !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

1/4 de Fada disse...

Tenho uma dificuldade enorme a escrever algumas palavras com letra 'g'. Nunca sei bem quando é que tem o som 'g' ou o som 'j'. Foi um mal de aprendizagem na leitura: tal foi a pressa de aprender que queimei etapas preciosas!

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Confesso que não sou muito cuidado a escrever no blog. Raras vezes revejo o que escrevo e já tenho detectado alguns erros de pontuação... e não só!
Uso os pontos de exclamação com grande abundância, mas a maioria das vezes faço-o propositadamente. Tal como as reticências.
Quanto à vírgula a seguir ao e,uso-a sempre que penso ser necessário, mas creio que já tudo foi escrito sobre esse assunto.

paulofski disse...

Tenho consciência que faço muitas asneiras na escrita, de sintaxe, aberrações gramaticais e, (foi de propósito) quando estou algo fatigado, dou exporádicamente alguns erros ortográficos, o que equivale por dizer que no dia seguinte estou a peneirar o texto.

Luis Bento disse...

Escreve-se bem por aqui. palavras alinhadas com esmero, inteligência e humor. Seduz-me a leveza sustentável de uma coerência narrativa. Vou "linkar".
Ah..tenho um defeito: uso reticências em excesso...mas aqui, no seu espaço, uso o excesso vocabular...sem reticências...

Mike disse...

Boa pergunta, Patti. Acho que me limito a seguir algumas regras (que já não são regras) básicas que me acompanham desde a primária. :)
(Reparei que usei apenas 1 vírgula e, de acordo com as tais regras, está bem colocada. Como estas 2 agora). ;D

Luz disse...

Sou como a Marta.
Se pensar muito e levar meu perfeccionismo em conta. Não escrevo nada.
Quanto as vírgulas...são minha maior dificuldade.

Justine disse...

Encantada com o teu post. Há tão pouca gente preocupada com o português que fala e escreve...
Também estou sempre atenta, mas eu sou da "velha guarda" - por isso fiquei feliz com a tua preocupação:))

O2 disse...

Ok, pronto.... vou começar a ter mais cuidadooooo, prometo!

:)

Adorei este bocadinho, fazes-me falta... qd for grande quero ter uma professora como tu, gira, de bem com a vida, e atenta e preocupada e amiga e a oferecer flores e... sem palmatória e com esse dom.

Beijo

Patti disse...

Sinapse e Luis Bento:
Muito bem-vindos ao Ares! E tiveram direito a exclamação e tudo.

Fatima disse...

Tento nunca dar erros.
No comentário do, post acima, as virgulas são abundantes.
Achei que no caso concreto, precisava delas para exprimir o que senti ao escrever.
Coisas...

O2 disse...

E olha que para ela usar um ponto de exclamação.... uiui!!

:)

Onde está o meu texto enorme do post a seguir??? Tu não me digas que ficaste com ele só para ti?

:))

beijos do sul,

Laura disse...

Eu não gosto de "e" a seguir às virgulas... e letra pequena depois de ponto final, mas uso muito essa técnica, não sei porquê e fico zangada mas depois não posso ir atrás alterar tudo...
adoro letras minúsculas. por gostar muito, também, de coisas minúsculas...

bacouca disse...

Patti,
Tento ter muito cuidado com a ortografia, não vou em acordos ortográficos e por vezes uso acentos que já estão fora de uso, as vírgulas uso-as para destacar algo numa frase e tento fazer parágrafos pequenos.
Correcto? Não sei porque escrevo como sinto que está bem!