quinta-feira, 14 de fevereiro de 2008

[3] vidas imaginárias...

Cá por casa temos todos escapado dessa gripe que paira por aí. Mas acho que a vida do D. lá na Sãozita não correu muito bem.

Ai mãe, 'tou tão enjoada, dói-me a cabeça, as costas, eu não quero.

Oh filha, tens de ter paciência (ODEIO, esta frase. Mas porque é que temos de ter sempre paciência?), se a tua avó já tivesse voltado lá dos states.

A culpa é tua mãe, que me obrigás-te a ir mascarada de princesa do bairro à festa da Junta de Freguesia, vestida com a colcha de cetim, toda vomitada!-disse a desgraçada num pranto.

A colcha de cetim brilhante? Ela fez um fato à miúda com a aquela colcha? Mas 'ca 'ganda nojo!

Elisete, filha! Tu não sejas ingrata. 'Atão o teu fato não ficou tão lindo, filha? O trabalhão 'caquilo me deu. A tua avó lavou a colcha todinha com lixívia pura (Será que esta miúda é a única normal naquela casa? Nem sei o que é pior se o cheiro à lixívia pura, se ao vomitado,) e o cheiro do 'fomitado do Ígor saiu filha.

Tu não me fales mais do vomitado, olha que fico enjoada. Oh mãe. cála-te com isso. dizia a coitada a toda a hora, mas a Sãozita estava indignada e continuava.

Ias tão linda, filha! Só o brilho que saia do teu fato... o teu pai até chorou ao ver-te ganhar o prémio da Junta. (O D. chorou? Hahah, não acredito. Ele já nem chora com o Sporting)!

Eu odeio brilhos, mãe! E aquilo cheirava mal. Eu queria era ir mascarada de Tokyo Hotel! (Livra, família mais saloia).

Olha, toma lá "masé" o xarope, para ficares melhor que eu antes de ir p'rá Polux ainda tenho de ir fazer o peixe frito. (E o arrozinho de tomate, não te esqueças.)


Peixe frito? Ai mãe não digas mais nada que 'tou tão enjoada!


3 comentários:

Claudia disse...

Coitadinha da miuda...nao podes ser mais boazinha nos proximos capitulos? dá-lhe uma alegria ( além do peixe frito com arrozinho de tomate) que por acaso até é bem bom! Só nao gosto do cheiro que fica em casa! ahahaha

Eva disse...

Pobre miuda!!!

Helena Bernardo disse...

conheço uma menina (lol) cuja avó também lhe fez uns vestidecos duns cortinados rosa choque, cheios de folhos, fitas e atilhos...hilariante!