domingo, 12 de outubro de 2008

[27] há coisas fantásticas, não há?


Às festas das crianças, assistem pais, irmãos, amigos e quase sempre os avós.

Nesta festa foi diferente. Os protagonistas são outros. Estão sentados, porque se cansam e uns já utilizam oxigénio como auxiliar.

A idade que avança, a saúde que desvanece, a doença que chega, a fraqueza que mora, o tempo que urge.

E a vida, que enquanto for presente, tem sempre muito para dar e vale sempre a pena, até ao último suspiro.

Jamais desistir.

Dos exemplos mais magníficos que vi.

Quero lá chegar assim.


Refrão:
Lights will guide you home
And ignite your bones

And I will try to fix you
(Coldplay)


(a seguir a este, talvez seja este o vídeo mais emotivo, da rubrica ‘coisas fantásticas, que aqui já coloquei).

17 comentários:

ines disse...

Grande lição de vida!

Até arrepia!

BlueVelvet disse...

Há realmente coisas fantásticas.
Inacreditáveis e emocionantes.
Lindo post. Sem mais.
Bom domingo.

Cátia disse...

Excelente!!! Não ha palavras mesmo... Ha coisas fantasticas mesmo.

Obrigada por esta liçao de vida, como diz a ines.
Beijinho

Borboleta disse...

Confesso que as lágrimas invadiram os meus olhos!

É nestas alturas que custa saber que ainda existem pessoas assim, mas a serem maltratadas e sozinhas...

Fica sempre na memória estas coisas fantásticas!

SONY disse...

patti,

ainda não vi o video, mas sem dúvida já sei sem o ver qual a lição de vida!!

Tens um coração ENORME PATTI!!

Não consigo comentar, e nem ver!
Surpresa?
Agora surpresa fiquei eu, estou arrepiada...apanhaste-me...lição de vida sem dúvida!!
Consegues imaginar um grupo de jovens a dar um concerto assim?

Jovens oxigenodependentes?
Lição de vida a duplicar!!

Continua a mostrar estas diferenças!

Do fundo do coração,
com enorme carinho,
agradeço-te em nome de tantos.

um beijo especial,

sony

desculpa este comentário um pouco doido, talvez o percebas ...

Gi disse...

Corações jovens, sim.
Realmente é fantástico!
De qualquer maneira eu, pessoalmente, não gostaria de chegar a um estádio de dependência de outrém ... prefiro partir antes.

mariam disse...

Obrigada Patti,
tu és muito bonita.

poderia deixar exemplos de injustiças que se cometem com idosos, quando se lhes retira a possibilidade de continuarem a ser válidos!

mas, apenas copio para aqui um coment que deixei na «multiolhares» ontem
...sou sensível sem ser lamechas, mas o tema "idosos" afecta-me quase sempre, tenho uma imensa ternura por eles e doi-me saber certas estórias...mesmo sabendo também, que alguns não são nada fáceis!
mas também há bons exemplos, olhe, o edifício do ATL dos meus filhotes quando eram pequenos foi concebido para nos intervalos de recreio as crianças lidarem com os idosos, cujo Lar fazia parte da mesma instituição... fomentando assim desde tenra idade o carinho e respeito por Eles. Mesmo quando os velhinhos(as) não vinham à rua, por causa das doenças, tinham grandes janelas que davam para o recreio onde viam as crianças brincar correr saltar gritar ... depois chegado o Carnaval, Natal, etc os pequenos faziam teatrinhos e lanche para/com eles... enfim, pena que não sejam assim todas as instituições...

bom Domingo e melhor semana
um grande sorriso :)

mariam


ah!ontem fui ao concerto d Mafalda Arnault no CCB.. foi demais!

cecília disse...

Há coisas tão fantásticas, que as imagens tudo dizem, tudo explicam, de uma forma tão evidente, tão absolutamente clara, que nos deixam sem palavras.

pedro oliveira disse...

Como alguns de vocês já sabem eu sou um daqueles a quem chamamos,"mariquinhas pé de salsa". Tu e o Carlos este fim-de-semana esgotaram as lágrimas que tinha aqui gurdadas e ainda bem.O respeito e a emoção invadiram aquela plateia.Também quero ser velho assim.
Já falei no meu cantinho sobre os velhos e os lares.Como gostaria de naquelas idades cantar assim, e recordar os tempos de agora em que vou cantando com o meu filho na SAMP.www.samp.pt

Bom resto de domingo e força para a semana que está á porta.Em Coimbra chove que se farta.

JC disse...

Eu sou dos que acredito que enquanto há vida deve-se lutar sempre por ela. Nunca se sabe o que o amanhã nos traz. Acredito que o dia seguinte será sempre melhor que o anterior.

cecília disse...

Patti,

Regresso para lhe deixar um presente:

http://de-si-para-si.blogspot.com

Beijinhos

BlueVelvet disse...

Patti,
fui logo a correr dar as boas-vindas à nova vizinha, pois claro.
Até fui em roupão e havaianas porque tinha acabado de dar banho ao meu canito, e estava toda a pingar, lol.
Não fica bem uma indumentária destas num bairro chic como o nosso, mas às vezes tem que ser.
Raminhos de salsa, chávenas de acúcar, o que ela precisar.
Aliás, isto merecia uma comemoração com champagne.

Patti disse...

Cecília:
Que grande alegria me deu.

Blue:
Champagne não há, mas tenho ali no frigorífico, uma garrafa de Crof Pink, que me aconselharam e é uma delícia.

Rita disse...

Mais uma vez conseguiste fazer-me chorar. Quem me dera ainda ter cá os meus avós nem que fosse sentadinhos por se cansarem muito e dependentes do Oxigénio. As saudades doem...
Jokas

paulofski disse...

Quando fazes o teu melhor, mas não tens sucesso
Quando tens o que queres, mas não o que precisas
Quando te sentes tão cansado, mas não consegues dormir
Preso ao contrário

E quando as lágrimas escorrem pelo teu rosto
Quando perdes algo que não podes substituir
Quando amas alguém mas não resulta
Poderia ser pior?

Luzes te irão guiar até casa
E incendiar os teus ossos
E eu vou tentar consertar-te

Bem lá em cima ou embaixo
Quando estás tão apaixonado para te libertares
Mas, se nunca o tentares, nunca saberás
exatamente qual é o teu valor

Luzes te irão guiar até casa
E incendiar os teus ossos
E eu vou tentar consertar-te

Lágrimas escorrem pelo teu rosto
Quando perdes algo que não podes substituir
Lágrimas escorrem pelo teu rosto e eu
Lágrimas escorrem pelo teu rosto
Eu te prometo que aprenderei com os meus erros
Lágrimas escorrem pelo teu rosto e eu

Luzes te irão guiar até casa
E incendiar os teus ossos
E eu vou tentar consertar-te

Fix - Coldplay

Patti disse...

Paulo:
É lindo, não é?

susana catarino disse...

lindo!