sexta-feira, 9 de maio de 2008

petiscos


Sou fã de perninhas de rã fritas. Nunca comeram? Ali em Montemor-o-Novo?

Bem, é delicioso, tipo codorniz assado, só que não voa. A......o que é isto? Oh pá, estão a vomitar-me o ecrã todo porquê? Olhem só para a porcaria que fizeram! Tudo a escorregar até ao teclado e já se entranhou nas teclas das funções. Que chatice, é que o vomitado seca e depois custa mais a sair. Além disso há quem queira ler o meu post e agora não consegue com os vosso vómitos aqui colados! Mas afinal qual é o nojo? Não percebo! Quer dizer, são todos amantes da gastronomia portuguesa e até não se importam de comer:

. miolos e maranhos de carneiro; tadinhos dos mémés sempre tão branquinhos e fofos, a saltitar nos prados;

. túbaros, unha, orelhas e pezinhos de porco; para este desgraçado então nem tenho adjectivos, não lhe sobra nada, nem a pele e ainda por cima fazem uma grande festa quando o assam;

. mão e língua de vaca; logo as vacas que são tão queridas, ali nos pastos sempre a olhar para nós quando passamos no carro e dizemos aos nossos filhos, vês a vaquinha tão linda, é dali que vem o leitinho que tu bebes;

. ovas de peixe; ah pois, é fino, 'tá a ver;

. caras de bacalhau; onde é que se já se viu alguém a comer a cara de um bacalhau que é feio como um boi? Eu até tenho cá p’ra mim que a bacalhoa nem lhe olha p’rá cara enquanto eles ‘bacalhoam’. E vocês comem-lhe a cara!

. ostras; sim ostras, o que é que pensam que são ostras? Não passa de ranho viscoso disfarçado com limão;

. passarinhos fritos; com que cara olham vocês para os vossos filhos, quando no jardim lhes dizem, olha ali o piu-piu? Ganda lata!

. leitão; ah pois é, leitãozinho! Sabem o que é um leitão? É um porquinho cor-de-rosa, de preferência com 3 meses de idade, que só sabe fazer oinc, oinc e oinc. Porquinhos daqueles que entram nos livros das histórias da nossa infância. Sim, sim, esses mesmo, que vocês lêem aos vossos filho todas as noites antes de adormecerem;

. lesmas. O que é que pensavam que os caracóis eram? Simplesmente, lesmas sensatas que por uma questão de prática levam a casa às costas para onde quer que vão. E neste caso vão para a vossa barriga com imperiais. Ah e usam palito ou agulha para furarem melhor?

. papas de sarrabulho; isto é, sangue de porco esfarelado envolvido com outras carnes, seus dráculas caseiros;

. sopa da pedra; da calçada de certeza, mesmo do passeio ali em frente ao restaurante, se calhar julgavam que eram pedrinhas lavadinhas e desinfectadas! Ingénuos.

. osso buco; nem vou comentar estas preferências de canibais. Chupar ossinhos, só mesmo do frango no churrasco.

. e eu só vou comer estas coisas todas, quando este senhor, em quem eu confio plenamente, porque me explica tudo muito bem explicadinho, fizer posts lá no blog dele a contar todos os passinhos, preto no branco, tim tim, por, tim tim.

Não vejo qual é o espanto acerca das minhas perninhas de rã fritas! Ainda estão muito enjoadinhos? Estão? Então porquê? Por amor de Deus! Até parece que nunca engoliram um sapo!

29 comentários:

Patti disse...

Ah e fazem o favorzinho de limpar o vomitado do ecrã antes de saírem e já agora tenho preferência por aromas de citrinos, é que está aqui um cheiro que não se aguenta.
Humpf!

Rocket disse...

nunca comi pernas de rã, mas dispenso muito do que apresentas no teu cardápio, contudo, se tiver fome, até um teclado como...

...bem...o que descreves...não exageremos...

bjinhos

Alecrim disse...

Olha, menina Patti, eu não vomitei coisa nenhuma, por isso não limpo nada!
Adoro perninhas de rã. Comi uma vez, num molho de tomate, deliciosas... só me deu pena da rã, que morre só por causa das pernas. Acho que devia haver rãs geneticamente modificadas, que tivessem só perninhas. Tenho dito.
(Pronto, estou a brincar, antes que venha aí aquela associação de não sei o quê destruir-me o viveiro de rãzinhas inventadas...)

O Pinoka disse...

A primeira vez que provei perninhas de rã estufadas (há muitos anos), foi na Amareleja (Alentejo). Que espectáculo. E eu que estava todo esquisito antes de lhe tocar.
Mas o meu petisco favorito de todos os que mencionaste, são os túbaros. A puxar ao picante… Estrondoso.
Beijinhos

Pitanga Doce disse...

Olha, digo-te já que não sou fã de nada do que ofereces hoje no cardápio. Quanto aos passarinhos fritos, havia um personagem que habitava a minha árvore, (chamava-se Rosa e os frequentadores antigos da pitangueira sabem quem é) que tem uma história e tanto sobre como matar cordonizes mas "isto agora não interessa nada" ( como dizia a Teresa Guilherme). Então ficas a saber que quem te emporcalhou o écran não fui eu, que tenho educação e um estômago fixe! hhehehe

O blogger hoje está marado!
Lá vou eu mais uma vez!

Nina disse...

ahahahaha, pô Patti, isso foi sacanagem... um dia antes, vc fala das coisinhas lindas que são as vovós, no anterior, das delícias de um casamento e hj começa a falar de vômitos, e eu acabei de tomar café, caramba ! Patti, isso não se faz, vc é MÁ!!!

de qualquer maneira, tá bom! deve ser gostoso, mas ainda não tive coragem.

Ciao bella! bom início de sexta feira e ótimo fim de semana pra ti.

Nina disse...

ahh e lesma não! não, por favor!!! isso já é demais...!

de dentro pra fora.... disse...

Olha que não fui eu..
se bem que esteve quase ,quase...
Não sei porquê mas desde miúda tenho horror a sapos e rãs, só de olhar me arrepio toda...
á coisas que não se explicam,...esta é uma delas




PS: quando saí o ecrã ficou imaculado... :)) (eu virei a cara pro lado mesmo a tempo) :))

Olá!! disse...

Ó Patti, eu não regurgitei nadinha... apesar de que não aprecio ostras.

E os camarões mulher???? Sim aqueles bichinhos que comemos com as mãos, aos quais chupamos as cabecinhas (salvo seja) e que se alimentam de cadáveres, incluindo humanos .... uma delícia

nham nham hahaha


Amanhã podias servir um post de chá e torradas??? Por favor... ;)))

Olá!! disse...

Deste-me umas ideias para o almoço... vou ao Parque da Cidade e já volto hihihi

Patti disse...

Olá:
Ai credo, os camarões, aqueles bicharocos amorosos, cheios de bigodes que fazem cócegas, comem pessoas?

Vera&Catarina disse...

Eu prefiro caracóis! Muitos! com umas belas cervejolas estupidamente geladas! Apesar da chuva que se adivinha vir por aí p'ra nos dar cabo do fds, axo que vou preparar uma bela panela dos ditos bichinhos!

BlueVelvet disse...

Não sujei nada, mas estou muito enjoada.
Ainda por cima o raio do post está tão bem escrito que vizualizei tudo o que lá puseste.
Tudo não, que confesso, não consegui ler até ao fim...só para não te sujar o cumputador.
Mas posso jurar que nunca comi nadica das coisas que para ali descreves, pelo menos até onde li.
A propósito de caracóis tenho andado toda a manhã de rabo para o ar à procura de um:))))
Ah pois é, já te conto:
Ontem ,arranjando um molho de nabiças para fazer sopa, verifiquei que vinha um caracol nas folhas.
Tirei-o com todo o cuidado, pus uma folha de alface numa tacinha e o bichinho em cima da folha com a ideia de hoje o ir pôr no jardim.
Então não é que bichinho se escafedeu e não o encontro em lado nenhum?
E o medo que eu tenho de não ver e o pisar?
Já sei que deves estar a pensar que sou maluca, mas que hei-de fazer?
Olha, e quanto a sapos, menina, os que já engoli ao longo da vida... mas isso são outras conversas.
E agora vou-me comentar o post de baixo e não deixo nem beijinhos nem veludinhos.
Ó pra mim a deitar-te a língua de fora:))))

Patti disse...

Blue:
Eu também salvo os caracóis, as lemas, as formigas e outros bichinhos que não sei o nome, quando vêm na alface.
Ponho todos nos vasos da minha varanda. Hahahahahahahaha
O caracol é um dos meus bichos preferidos, acho-o lindo, recorda-me a infância.

Ka disse...

Não só não regurgitei como até provava umas coisitas: uns camarões de entrada (sim a Olá!! tem toda a razão pois os sacanas apesar do seu aspecto inocente são necrófagos) seguidos de umas ostras bem fesquinhas com umas gotas de sumo de limão, passndo a umas caracoletras e terminando num leitãozinho :P

Quanto às perninhas de rã confesso que nunca provei :)

Patti se não te importas deixa-me só dar um recado à Olá!! :

Amiga, a que horas posso aí passar para provar os petiscos? À uma é boa hora?

Beijinhos ás duas :P

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Patti:
Se sujei alguma coisa, foi por me começara babar logo que li "perninhas de rã" Hmmmm!
Quanto ao resto só não estou de acordo quanto ao leitãozinho e às papas de sarrabulho ( embora goste mais do arroz do dito).
E já agora, que estamos numa de gastronomia, que tal uma canja de cobra? ( Delícia!)
Ahhhh! também não gosto de lampreia nem de macaco...

Cris de Bourbon disse...

Ai, Patti, acho que nunca me atreveria a comer as pernocas de uma rão. Mas enfim, fiquei conhecendo o que se come do lado de lá...

beijoooooo

f@ disse...

Não engraço nada com essa ideia de comer bichinos verdes...
e nem me fales em mé més... risos e beijinhos

paulofski disse...

Pessoalmente, prefiro outro tipo de pernas.
Não, nunca tive pernas de rã no prato, e só me apanham se vierem misturadas numa arrozada de marisco.

Ainda bem que li o menú antes do almoço, senão era bem capaz de tomar uns sais de fruto e chamar o gregório.

Mas o sarrabulho lá que marchava.

Vou almoçar, ainda não sei bem o quê!

Coragem disse...

(gargalhada da grandes)

Oh patti quem manda a menina vir comer as ras aqui na minha terra hein?
Ahhh pois é eu moro em Montemor-o-Novo.

O meu filho que sonhe, preservador de anfibios ahahahahah.


Tudo o que vem na ementa eu dispenso, blhecccccccccc.

beijinho

Patti disse...

Coragem:
Eu tenho tantas saudades de ir aí. Parava ai sempre que íamos a Badajoz comprar brinquedos, caramelos, chocolates e perfumes, aliás como qualquer tuga que se prezasse, antes e depois do 25 de Abril.

Qual é agora o melhor restaurante daí?
Diz-me, pleeeeease!

Olá!! disse...

Haha a trabalheira que tive a apanhar rãs no parque da cidade, aproveitei e trouxe um pato, claro que tive de dar com os calcanhares no back, porque o segurança não achou piada nenhuma…resumindo como não sei fazer pernas de rã fiz um belo de um strogonoff da dita cuja hahaha a parte melhor são os olhos ;))))))

Quanto aos camarões, são bons, mas uns porquinhos, aqui há uns anos estava eu muito quietinha sentada numa rocha na Praia de S. Rafael, com os pezitos dentro de água, para refrescar e os malditos animais a ferrar-me os dedos… No dia seguinte tramei-os, comprei um camaroeiro e andei o dia todo entretida, para compensar o escaldão nas costas, apanhei um bom quilo de camarão da costa :)

Ohhh Ka, desculpa, não vim a tempo de te convidar para os petiscos… fica para breve ;)))

Coragem disse...

Não faço ideia, há quanto tempo não vens para estes lados patti, Montemor cresceu imenso nestes ultimos anos, em contrapartida os melhores restaurantes, foram fechando as portas porque novos e até sem tanta qualidade foram abrindo.

Aqui há um que recomendo, que jã não é em Montemor mas sim à saida de Lavre, que tem o nome de "O Fardo", quer-me parecer que pernoquinhas de rã não tem na sinhora ahahahahah

Beijito

Su disse...

:)
:))))
Olha, eu por essa ordem de ideias n vejo realmente drama nas perninhas fritas das rãs... nop, nunca provei, e sinceramente mil vezes comer rã do que caracois, ou ostras! Alias, adorei a tua definição de ostra, depois de um dia de labuta, deu p descontrair!
Acredito que terei alguma dificuldade em convencer a minha filha em alinhar numas perninhas de rã, pq vivemos num lugar onde as rãs saltitam com as pessoas, e ela tem um medo do caneco pq elas saltam mesmo, mas quem sabe!
Beijo sorriso!

@nn@ ♥ disse...

eu tambem não vomitei nem vi vomitado.
cheguei tarde ? ainda ha perninhas de rã ?
é que eu gosto mesmo ....
quanto aos sapos é que não gosto não, talvez porque a encontrei o "prince da minha life" ;)

1/4 de Fada disse...

Pois é Patti, eu também não sujei o monitor, tenho um estômago à prova de comidas estranhas desde que estive em Macau, onde os restarantes que serviam cobra tinham montras com as ditas, como as nossas marisqueiras têm as santolas e etc. Lá nunca comi nada esquisito, mas a minha mãe teve que comer os famosos "ovos podres", e ficou com história para contar! São uma iguaria "distintíssima", reservada para quando se quer homenagear alguém, e são ovos enterrados durante algumas semanas num lodo especial, nun dado sítio de Macau que os "preserva" de forma que ficam assim meio gelatinosos e perfeitamente nojentos...

Patti disse...

1/4 de fada:
Eu acho que quem vai acabar por sujar o monitor sou eu!

LeniB disse...

Lampreia: nunca comi e recuso-me. Só de imaginar que elas podiam renascer no meu estômago e andar a circular livremente pelas minhas entranhas, dá-me vómitos e eu nem sou de me enjoar muito.
Patas de rã...são estaladiças, crocantes?
Vê lá se arranjas um par delas para amanhã!!!!

jasmimdomeuquintal disse...

Sapos já engoli muitos, alguns tamanho de elefantes... pernas de rã nunca, até porque o povo é mesmo mau, corta as pernas às rãs ainda vivas... vou jantar o meu tofu...
Bom fim de semana