segunda-feira, 5 de maio de 2008

[2] figuras tristes, as minhas



Uma vergonha, só vos digo. Já era tarde. Vinha atrasada. E ainda por cima aflitinha. Toco à campainha com força. Nada. Silêncio. Toco com mais força, demorei o dedo no botão, cada vez mais impaciente. Nada. Silêncio. Vá lá, abre-me a porta, ‘tou aflita!

Ouço um barulhinho muito fraco do outro lado da porta. Começo a rir e ao mesmo tempo a bater com os punhos na porta e a elevar a voz. Oh pá, gaita abre lá isto, ‘tou quase a fazer chichi pelas pernas abaixo, rápidooooooooooooooo.

Finalmente a porta abre-se. Mas quem é que é este? Olho para cima, para o nº da porta e percebo imediatamente que a pressa é inimiga da perfeição. Não era aquele o meu andar.

Ah, desculpe, era só mesmo para saber se tinha uma agulha de crochê, um saca-rolhas, um garfo, um palito, um piaçaba dos antigos ou mesmo uma arma de fogo, para eu me suicidar de vergonhaaaaaaaaa!

Com as pernas bem apertadas, mas com a elegância do costume, peço desculpa, enfio-me no elevador e ainda tenho tempo de lhe dizer, por favor, oh vizinho, não conte nada disto lá na reunião de condóminos, que eu juro que faço um post lá no blog a relatar tudinho à vizinhança.

Ele prometeu. Mas, não sei não. Ainda no outro dia as meninas que limpam as escadas atiraram uns risinhos suspeitos à minha passagem.

23 comentários:

LeniB disse...

Eu teria dito qualquer coisa do género: desculpe lá vizinho, esqueci-me das chaves, não está ninguém em minha casa, deixe-me, por favor, usar a sua casa-de-banho, caso contrário é aqui mesmo que me micto toda!!!
Depois, entrava de rompante e fosse o que a bexiga quisesse!!!!
(louca!!!!!!)

jasmimdomeuquintal disse...

acontece a todos, não te deixes chantagear...

Gi disse...

Realmente, mulher, lá se foi a compostura!

de dentro pra fora.... disse...

Acontece! somos humanos...(ahah!)
Ás vezes tão distraida que estou...
Oh! mor,...ups! afinal o mor não é meu..
á sempre alguém que fica a rir á minha custa...
como vez não es só tu, deixa pra lá..

ines disse...

troca de carros ... é usual, agora de casas??? ao menos era geitoso o bizinho?

Ka disse...

looool

Isso aconteceu-me uma vez mas ia mascarada, eu mais um amigo e fomos a casa de outra amiga. Chegámos a porta do prédio estava aberta. Ao chegarmos à porta estivemos uma data de tempo a brincar, pensado que as perguntas eram brincadeira também. quando ns apercebemos que estávamos no andar errado ia morrendo...lol

Beijinho e uma excelente semana :)

BlueVelvet disse...

Sou distraída e também faço algumas figuras destas.
Mas a mais parecida foi tentar abrir a porta de um vizinho com a chave.
Não consegui, claro, e após alguns instantes a porta abriu-se e a digníssima esposa olhou-me com ar fulminante: Como tem a chave de minha casa?
Mulher ciumenta é fogo!
Se fosse a chave da casa dela tinha aberto, né?
De qualquer forma, contaste este episódio, com um enorme senso de humor.
Aliás, como de costume.
Beijinhos, veludinhos e
Boa Semana

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Já me aconteceu uma cena idêntica com uma vizinha, mas com uma pequena diferença.Quando ela abriu a porta, eu estava a tentar furiosamente , com a minha chave, entrar numa casa que não era a minha. Penso que a vizinha ainda hoje pensa que foi um pretexto para meter conversa, mas JURO!!!! que não foi.

Patti disse...

Blue e Carlos:
Isto cá para mim andaram os dois a tentar abrir a porta da mesma senhora.
Desgraçada! A esta altura já deve ter uma fechadura tipo caixa forte.

CLAUDIA disse...

Deixa lá que eu tb entrei no carro de um fulano sem o conhecer em vez de entrar no do meu marido ...mas eram iguaizinhos ( os carros, claro!)Sentei-me e sÓ qd olhei para o lado vi que nao era o Carlos! Tinha uns aninhos mais!

migvic disse...

Eu num Hotel, também me enganei na cama...

Patti disse...

Mifvic:
Eh lá!

Hahahahahahah

Pitanga Doce disse...

Ó Patti, me parece que, afinal, quem "agarrou a égua" foste tu. ahahahahahahahahahahahahahahahahaha

Não segurar a torneira, acontece, agora, errar de porta só quando a festa foi brava! heheheheheheheh


beijinhos e tomara que o vizinho seja meio ceguinho pra não te reconhecer nos corredores.

Nina disse...

Patti vc escreve de um jeito que parece fazer parte de um livro. Agora estou em dúvida se é ou não.
Bjs

claudia disse...

Ohlala " migvic ", essa foi forte!!!Eu acho que num hotel enganar-me na cama só mesmo se quisesse!!!ehehehe
bjos

Coragem disse...

oh patti és demais eheheheh
lamentável, pobre vizinho, deve ter rido às gargalhadas.

Beijinho

Olá!! disse...

hahaha
agora confessa... aguentaste até casa ????? ;)))))

Quando tinha 20 anos a empresa onde trabalhava emprestou-me um apartamento na Praia da Rocha, normalmente utilizado para clientes ou pessoal do Norte que tinha que passar lá uns dias. Lá fui com uma amiga, era um 3º E. Acontece que o 3º E tinha 2 portas e entramos na primeira onde a chave abriu. Ao fim de 3 dias encontramos um dos gerentes que estava numa aflição porque ninguem sabia de nós. Resumindo, estavamos no apartamento errado, pelo que nos vimos na obrigação de deixar tudo impecável, lavamos os lençois e tudo o que tinhamos usado, estendemos no varal da varanda e fizemos a muda para a porta ao lado. Nessa noite ao passar ouvi vozes e, curiosa, encostei o ouvido à porta... "Não podem ter sido ladrões, iam lavar a roupa para quê???"... nem quis ouvir mais nada e confesso que nunca mais fui apanhar a roupa hihihi

Desculpa Patti este comentário virou post....
******

paulofski disse...

Pois são estes episódios caricatos que nos fazem sorrir e recordar. Também eu tenho uma listinha de tristes figuras. Quem as não tem?
Como agarrar a mão de outra pessoa pensando que estava a dar a mão à minha esposa.
Bem...

Nina disse...

Patti, amei vc falar que é o livro da sua vida, esse que vc escreve... lindo!!! e sim, gostei claro, do meme, foi divertido pensar nos pequenos defeitinhos da pessoa.
Bjs menina

M&M disse...

boa noite : )
só para dizer que já respondi ao teu desafio.
bjs.

BlueVelvet disse...

Olá,
estou cheia de sono, com jet leg e com uma otite, mas morta de riso.
Não resisti a vir contar-te que a Pitanga já nos arranjou nomes e tudo, quando formos as 3 saltar de asa delta.
Diz ela que parecemos as Super Poderosas dos desenhos animados,a Docinho a Lindinha e a Florzinha. hehehe
Ah, e ela quer ficar com a asa amarela porque com o sol brilha mais.
Eu prefiro uma azul clara e tu?
E gostava de ser a Docinho, pode ser?:))))
Beijinhos e vou prá cama que estou com o ouvido a doer demais

Cris de Bourbon disse...

Chichi quase fiz eu ao ler esse post. Adoreiiiiii! Tô te linkando pra ler mais suas aventuras. Cheguei aqui através da linda Nina.

beijoooooooo

Ba disse...

isto foi mesmo verdade????LOLOLOLOL