quinta-feira, 4 de setembro de 2008

[2] um dos meus melhores blogs fica . . . para hoje


Fui buscar novamente esta rubrica, que iniciei com o meu blog não nacional preferido, para falar de outro, desta vez português.
É um blog que visito desde o dia 8 de Março e identifiquei-me logo com a postura dele no blogobairro.
O que é isso de postura nos blogs? Não é nada!
Aqui quase que não existem regras, nem normas, nem preceitos e penso que praticamente nenhuma lei. As posturas somos nós que as tomamos.
Por isso, cada qual porta-se como entende, escreve o que quer, o que pensa, o que não pensa, o que os outros pensam. Há quem pense muito bem, quem nem sequer pense nada de jeito, quem se ache um filósofo pensador e até quem plagie o que nós pensamos. Isto sou eu a pensar, claro.

E como a grande maioria não se conhece pessoalmente, cada um tem a liberdade de tirar as ilações que mais lhe apetecer dos blogs alheios e de quem neles escreve. Tive há pouco tempo a quase certeza que a imagem de um blog só é dada até uma certa altura, a outra metade é criada por quem o visita, conforme as suas conveniências.

Muitas vezes, esse conhecimento de causa é um acto inconsciente. Identificamo-nos com alguns textos, com as fotos, com o tipo de abordagem aos temas, com a clareza ou com a subjectividade, com o que se passa na caixa dos comentários e fazemos o retrato. Gostamos, criamos empatia, construímos uma imagem e já está. O contrário também é normal; não nos agradam os textos nem os temas, a cor de fundo, as fotos, a música e já não voltamos. Eu por exemplo, raramente volto a um blog de fundo completamente preto com letras brilhantes e coloridas. Fere-me a vista. Preconceito? Talvez. Estou a julgar um blog pela sua imagem de apresentação e podem estar por ali textos fantásticos.

A partir daqui o que vai na cabeça de cada um é um mistério.
Há desde, apreciações e interpretações completamente absurdas e ardilosas a outras muitíssimo lúcidas e transparentes.
No blog de que falo, a postura que lá se pratica é a minha preferida. O porquê do seu autor escolher tal atitude para dar a cara por um blog, nunca lhe perguntei. Mas tenho cá para mim, que é por ser um cavalheiro.

Para além de ser um Senhor, é educado, bem formado, muito culto, viajado, excelente profissional, paciente com as nossas ‘bocas’ e brincadeiras e possuidor de um saudável poder de encaixe e de saber ‘discutir’ quando discordamos dele. Acho que nunca o vi, fazer valer-se da sua vasta cultura geral ou de qualquer outro tipo de vaidade, para responder com gabarolice a alguém, que provavelmente tivesse muito menos conhecimentos que ele, como por exemplo, eu.
As suas caixas de comentários em algumas ocasiões, são autênticos gládios, salvo seja, entre ele e os leitores. Às vezes, com vários comentadores ao mesmo tempo. Mais parece uma mesa de canastra. Outro post nasce ali, entre ele e nós. Tem Memórias, fala com Mochos, que a BueVelvet afirma ser uma iguana, troca palavras com o Papalagui, é intimo dos Taxistas, é imune às Picadas de um Escorpião venenoso e está a escrever um Dicionário. O resto vão lá ler.

Escreve de uma forma clara e objectiva. Não dá azo a dualidades. É aquilo, é aquilo, não teme condenações ou outras interpretações. É directo e franco nas opiniões que emite, assume-as perante os que o lêem, sempre que carrega no ‘publicar mensagem’. Se for polémico, tanto melhor, ele está lá é para conversar. Há posts, que eu percebo logo que escreveu zangado, outros divertido, outros a brincar e outros descontraído.
É irónico. Para mim a sua imagem de marca e a minha preferida. Sempre gostei de ironias saudáveis, deve ser do meu feitiozinho. Lá, também gosto de ser irónica nuns certos posts sobre regressos à pátria mãe … mas isso são outras viagens.

Discordo com ele algumas vezes, mas até nem foram muitas. Há alturas, em que não o posso visitar e comentar com a frequência que gostaria, pois ele ‘posta’ p’ra caramba e eu não pretendo chegar lá e depositar qualquer baboseira. E depois a minha reputação?

Linka abertamente nos seus posts, tanto frases da Fernanda Câncio, do Corta-Fitas, do Durão Barroso, do Alfredo taxista, da tia da pastelaria, do Patriarca de Lisboa ou da Pipi do blog da Kokó, concordando com elas ou revelando uma total dissonância. Sempre com o intuito saudável de debater, nunca de ofender nem de encetar guerras com ninguém. “Quando se opina, é um direito que se exerce. Opinar não é julgar, nem condenar, é tomar uma posição”.

Alguns dos que me visitam, também já conhecem o Carlos. A todos os outros digo, que se há blog que vale a pena ler, participar, debater e aprender é o Crónicas do Rochedo. Quem manda lá é ele, mas são todos bem recebidos e tratados da mesma forma. É só mesmo aquilo que está à vista. Ali não se brinca às escondidas.

Só tem um defeito. É do FCP.
E tenha lá paciência Carlos, que essa não lhe perdoo! Eu é que ando distraída com o meu lindo Quique Flores, de pele morena e de olhos negros ciganos e não ligo nada aos seus provocadores posts azuis. Mas pronto, tome lá uma música francesa, de uma cantora que provavelmente conhece e não se fala mais nisso.
Azul? Humpf! Não se fala de futebol.

Ah e tem de ir ao IKEA, (onde é que já se viu? Um jornalista de gabarito!) para depois fazer um post. Quem anda de metropolitano aos empurrões, a levar com o ‘desodorizante’ da populaça e arriscando-se que lhe caia gente ao colo, carregadinha de sacos do supermercado, também vai ao IKEA!
E então, minha ilustre, culta e meiga Fada? Satisfiz-lhe a curiosidade?

25 comentários:

salvoconduto disse...

Com um raio, subscrevo por baixo, em maiúsculas, e veja-se lá a coincidência (embora creia que não) venho agora de lá e deixei um comentário pelo belo post que lá está, agora, porque realmente quando menos se espera já está lá outro.

Na averdade tem aquele defeito...mas pelo que leio não é o único, nem com Quique...tsq tsq.

BlueVelvet disse...

E esta hein?
Subscrevo tudo.
Assino em baixo.
É um cavalheiro. Tem o Sebastião que no princípio me fazia impressão porque pensei que era uma iguana, tem um Dicionário que já lhe disse para encadernar:)), tem as Memórias, olha tem tudo o que dizes.
Só tem um defeito: é ser do FCP, mas tu também, do Benfica, Humpf...Nem o Quique te vale.
Que bela ideia tivéste.
Beijinhos

Cecília disse...

Hummm...o que pra uns é defeito, para outros pode ser uma virtude....e posts azuis, são um charme, combinam com tudo!!
Vá lá, não se lhe chame defeito...é... feitio...daqueles feitios que, às vezes deixam leões e águias "encanitados", só isso...

Nota: Não conhecia, de todo, este termo "encanitado", mas achei-o fabuloso e encaixava aqui na perfeição.... : ) : ) : )

f@ disse...

Olá Patti, hoje venho apressada e sobre a postura nos blogs ...ufa... hoje para mim nem é o melhor dia...
Só passei mesmo para deixar um beijinhos das nuvens

1/4 de Fada disse...

Curiosidade completamente satisfeita, Patti. Obrigada pelos adjectivos. Mais uma vez, subscrevo as tuas palavras com nº de BI, como fiz no outro dia - é a 2ª vez que me arrancas uma destas, olha que não me lembro de mais nenhuma, que não vou em abaixo-assinados! Adorei a do IKEA!!! E já somos 3, tu, a Bluevelvet e eu, é um cavalheiro sim senhora, raridade nos dias que correm, com um sentido de humor que me mata e para mim, a questão do FCP não me aquece nem arrefece, já se não gostasse de surf a conversa mudava...
Olha lá, como é que percebeste que vim cá espreitar quando só tinhas aquele título safado? Ia tendo um colapso! Se não fosse andar à cata dos links para o meu post nem tinha dormido bem!!!

Patti disse...

Fada:
Estou baralhada. Como é que percebi o quê? Que tinhas cá vindo? Título safado? Ai rapariga, agora quem não dorme sou eu!
E tu guarda bem o teu B.I., se fazes o favor!

1/4 de Fada disse...

Patti, para tu poderes dormir, o que se passou deve ter sido uma bela de uma partida do amigo blogger, porque logo a seguir à meia noite apareceu aqui no "Ares" o título do teu post e mais nada, absolutamente mais nada! Daí, que como tu és uma rapariga assim para o malandro, eu pensei que tu ias fazer-nos sofrer até amanhã, tipo cão a salivar, estás a ver? Depois, para fazer o meu post como deve ser, voltei cá para vir buscar os links e foi quando vi o post completo. Sosseguei. Acalmei. Fui guardar a caixa dos tranquilizantes. Voltei a pôr o "Ares" lá nos links do meu blog... acho que ninguém chegou a dar pela falta dele... Ufff!

pedro oliveira disse...

Só posso dizer isto: este é um dos textos que gostaria de ter escrito!

Quanto ao Carlos ser do FCP, não me aquenta nem arrefenta, como a Patti ser do SLB, é que felizmemnte sofro, e muito, pela "minha" Briosa.

Fatima disse...

Patti pela tua mão, já tinha ido espreitar o Rochedo. E não é que fiquei freguesa?????
Beijo para ti

Sorrisos em Alta disse...

Eh, pá, ainda bem que avisas que é do FCP, que assim não volto lá!

,o)

Mais a sério, só o conheci há muito pouco tempo, e ainda não li tudo, mas parece-me, de facto, um excelente blog e um óptimo anfitrião

Cerejinha disse...

Posso subscrever?
:-)
O Rochedo do Carlos é, também, um dos meus blogues de eleição. Passo lá sempre que posso, muitas vezes em silêncio, pois não consigo estar à altura daquilo que escreve. Vou aprendendo... e vou, sobretudo, viajando nos tempos e nos espaços que ele tão bem nos transmite.

Nina disse...

Ei Patti! ahh que susto, hj pensei que vc já estaria de casa nova.

entao, vou ver de quem se trata, quem sabe gosto também?!
mas se tem cavalheirismo no meio, ja'gosto!

um beijo querida

Justine disse...

Se não fosse já visitante do "Rochedo", não resistiria a um post como o teu, amigo,admirativo e entusiasta. Ia já lá a correr...
Mas já me deixei cativar, e lá continuarei a ir. E aqui também:))
Beijo

Tetembuatubia disse...

Subscrevo ponto por ponto. Para que dizer mais do que está dito? Nem saberia.

E a música, ao fundo, não podia ser melhor.

maloud disse...

Na mouche, Patti! Cresci com o Carlos naquela idade em que fazemos as escolhas essenciais. Nunca, mas nunca me desiludiu.
E ambos gostamos do azul;}

jclages disse...

Cara Patti

O ilustre jornalista Carlos que eu tive o prazer de conhecer pessoalmente num curso que ambos frequentámos no Cenjor é um fora-de-série.
Tem, de facto, um defeito. É do FCP mas... está desculpado.
E o rochedo (minha visita diária e obrigatória) vai-se consolidando e fortalecendo. Com vista opinativa e crítica sobre este jardim à beira-mar plantado a precisar de jardineiros dedicados e apaixonados.
Um grande abraço raiano para o Carlos que faz o favor de ser meu amigo,
José Carlos Lages

Pitanga Doce disse...

Ó Patti, olha eu aqui!!! Consegui, filha! Olha, só não posso ler o texto todo, sabes como é a net pública, mas vi que o dono do blog em questão é do Porto, "atão eu boue". POooorto!

beijos saindo de fininho.

Gasolina disse...

Não te li.
Por agora, claro.

Só para te comunicar e - perdoa a minha saliência - que o Ares é a Distinção da Árvore das Palavras no mês de Setembro.

goiaba disse...

Concordo com as suas preferências. Fui lá e gostei.
É estranho este mundo da blogosfera em que as pessoas não se conhecem mas encontram afinidades. Mesmo quando temos idades cronológicas muito diferentes !
Abraço

Coragem disse...

Ainda acrescento, o que consideras um defeito, eu acho uma mais valia.
E viva o FCP Carlos, eheheheheh

Beijos

(mas concordo, ele posta demais ehehhehe)

Nina disse...

patti querida, hj falei de cartas e dessa carencia de cartinhas como antigamente que temos, uma amiga sugeriu algo, vai lá e lê os comentários. se vc quiser participar, vai ser um prazer pra mim.

bjssss

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Patti: permita-me que abuse da sua complacência e use este espaço para agradecer a todos, os comentários que aqui fizeram.
Em relação a este post só queria acrscentar mais uma coisinha ao que disse la no CR: adoro a música que escolheu. Ouvi-a muitas vezes quando emMaio e Junho andei por terras de França!
Obrigado.

LeniB disse...

Não poderia estar mais de acordo com o que escreveste: o Carlos é um verdadeiro cavalheiro...e paciente mesmo. Fiquei-lhe muito agradecida pelos textos que escreveu a nós dedicados. Lembras-te? Quando percebeu que nós gostávamos de "feirar"!!!

Patti disse...

Carlos:
Eu tenho quase todas as músicas dela. É bestial!

Filoxera disse...

Ai, tanta isnpiração!...
Como adoro ler-te, voltarei quando puder fazê-lo calmamente. Para ler este post e o anterior, que o último já comentei...
Beijos.