quarta-feira, 9 de abril de 2008

para a vizinhança, um post à laia de comentário


Não sou muito de responder a comentários, essencialmente por duas razões. A primeira é assim do tipo; o post é meu, ou melhor, de mim para vocês e a caixa dos comentários pertence-vos, está inteiramente à vossa disposição, é muito pouco minha.

Claro que uma vez por outra respondo, quanto mais não seja por educação, ou para cumprimentar e agradecer pessoalmente a alguém, ou porque me fazem uma pergunta, ou porque sou logo impelida a fazê-lo ou por outro motivo qualquer, não tenho nenhuma regra.

A segunda razão é muito simples: não tenho tempo de responder a todos. Trabalho por conta própria e em casa, no meu escritório/atelier. Sou patroa e empregada em simultâneo, secretária de administração, contabilista, técnica informática, paquete, recepcionista, relações públicas, também sirvo cafézinhos e petit-fours, decoradora por vocação, jornalista / psicóloga / cantora / veterinária / fotógrafa / escritora / saltimbanco frustrada, mãe orgulhosa, mulher feliz e dona de casa, género fada do lar.

É assim, vai por aqui sempre uma grande correria e tenho de chegar a muitos lados e ao mesmo tempo. Já poucas oportunidades me sobram para as minhas maravilhosas pilhas de livros, para os meus filmes e para as minhas queridas amigas. Esta explicação toda para vos dizer, vizinhança minha, que a caixa de comentários de ontem só serviu para confirmar e provar a veracidade do meu post.


O que se passa no mundo virtual, não é mais do que um reflexo da vida real, que é a que verdadeiramente temos. Estamos cada vez mais virados para nós próprios, por puro egoísmo, por falta de tempo ou por falta de atenção. Não olhamos aos outros, mesmo aos que vivem connosco, não dizemos coisas tão simples, como, ‘foi bom o teu dia, vou-lhe telefonar, estás bem, precisas de alguma coisa, dá cá os sacos que eu levo, hoje não fazes comer porque jantamos fora, vamos passear, comprei-te um chocolate, trouxe-te o jornal, gosto de ti.’ E isso acontece também aqui. E não é preciso andar muito tempo pelo blogobairro para o verificar. Felizmente, tal como lá fora, existem os bons exemplos.

Já me disseram que é cedo para tanto optimismo, talvez seja, mas tenho esta tendência natural para acreditar e só me afecta aquilo que eu deixo, fiz por ser assim. Que mais posso pensar de pessoas que sem me conhecerem de parte nenhuma, chegam aqui e me cumprimentam, que me referem nos seus blogs, que me oferecem prémios, que me desejam uma boa semana, que já passaram por experiências como as minhas, que já passearam pelos mesmos sítios que eu, que me dizem sempre palavras simpáticas e sinceras, que se riem e choram comigo, que perdem o seu tempo a ler o que escrevo, que me dão os parabéns pelo programa de rádio e, finalmente das minhas amigas não virtuais, que desde o primeiro dia têm picado sempre o ponto, mesmo que às vezes não comentem?

E eu podia lá agora, no fim daqueles comentários todos, pespegar qualquer coisa como, ah obrigadinha, que simpática, que bom que gostaste, pois, ainda bem que concordas? Claro que não!



Vocês querem lá ver vizinhança ‘mai’ linda que esta que eu tenho? Editei este texto, que funciona como uma espécie de portas abertas do quintal, onde já está a postos o grelhador com o carvão em brasa, para a bela da bifana e os jarros de sangria fresca, pronta a ser servida. Tragam os cd’s e vamos todos ‘vizinhar’ uns com os outros. Faz falta a boa vizinhança.

Qual comentário, qual quê, os meus vizinhos merecem mesmo é um post.

20 comentários:

FM disse...

Tens um Prémio para levantar no Essências...
É justo e é teu, agora só terás que o ir buscar e atribuir... Se o entenderes fazer, obviamente.
Deixo-te Essências de Luz.

Pitanga Doce disse...

Tenho pena de , ontem , não ter participado do "comitê de boas vindas da vizinhança".
Era só para dizer que o blog vai bem, sim senhora, e que é agradável estar aqui.

beijos, Patti

Gi disse...

O que é que queres que leve para o convívio? :)
Geralmente, levo sempre qualquer coisa quando sou convidada para um "barbecue".

claudia disse...

hmmmmmmm...bifanas na brasa e sangria fesca.....mais uma prova do teu bom gosto!!
bjos

Meire disse...

Patt, eu estava com um post editado falando sobre responder a comentarios.
Eu respondo alguns, e, como vc disse depende da situaçao.
Eu nao volto para ler se responderam a meu comentario, voce volta?
Eu sei que responderam aqueles que enviam por email a repsosta, do contrario...
bjs

Ev@ disse...

BOM DIA!! Neste dia cinzento e molhado sabe tão bem um churrasco regado com sangria na companhia de amigos. Há lá melhor coisa na vida.
Sempre ouvi dizer, há que semear para colher, e tu semeaste bem. Plantaste-nos o gosto de vir aqui todos os dias, ouvir-te.

Ka disse...

ora bem, bifanas assim de repente...a esta hroa da manhã ainda não me inspira mas daqui a pouco talvez volte para os petiscos :P

Quanto aso comentários, é o bom da blogosfera: cada um faz o que lhe apetece e não há regras :)

Beijinho e bom dia

ps - ahhh e já agora conto com um copo de sangria :)

Olá!! disse...

Gosto do tom pessoal que dás aos teus posts, sem papas na lingua e a preto e branco.
Tal como diz a Ka, cada um gere a sua "casa" da forma que bem entende ;)))
Trouxe umas chouriças e uma boroa de avintes para entrada :)))
Posso servir-me da sangria e instalar-me???? :)))) (não precisas responder hehe)
Beijossssss

Coragem disse...

Peço desculpa, mas não resisto a um bom churrasco, já entrei e sentei :)))))
Espero, que se me tornar uma abusada nestas coisas de boa vizinhança é só dizer.
Ahhh a chouriça da olá era minha, foi lá tirar do meu cantinho.
Eu trago um casqueiro alentejano, acabadinho de tirar do forno.
Beijo

claudia disse...

...CHOURIÇA???? Este nome nao me é extranho, hein Eva, hein Patti? é ou nao verdade que nós sabemos onde encontrar uma boa " CHOURIÇA" ?
Desculpa a brincadeira " Coragem " mas é que aqui umas quantas neste blog apelidam "alguem" assim.
bjos

Blue Velvet disse...

E achas que um post destes não é a prova provada de que és uma boa vizinha?
Tomara que páre de chover para termos um bom churrasco.
Eu levo as sobremesas.
Beijinhos e veludinhos

Ev@ disse...

Claro que não podia faltar a "chouriça". Amiga, vizinha de blog e da porta ao lado.

Patti disse...

Eva e Cláudia:
Será que a "Chouriça", aquela nossa amiga que às vezes aparece por aí, se vai acusar?
Ela gosta tanto que lhe chamemos Chouriça, não é?
Vamos ver, é que ela ontem passou por aqui e deixou muitos comentários em vários posts . . . se calhar só para a outra semana.

claudia disse...

Estive a ver...ela " Passou-se" completamente a fazer comentários. Sabes,tem mais tempo pq tem a cozinha de momento " bloqueada"!

LeniB disse...

Bem...com estes comentários todos...eu levo os copos de plásticos e os guardanapos. Pode ser?

Coragem disse...

Não faço ideia a que se referem :))))
Falo de chouriça, a mulher do chouriço, aquela coisa que se enfia na tripa do porco, ai devem saber do que falo...
Bj

Patti disse...

Oh Coragem, sem quere acertaste na "mouche".
A nossa amiga é Chouriça (só de alcunha) porque o marido dela é Chouriço de apelido. E ela, abomina, como é óbvio.

A irmã dela que é a Cláudia, aí de uns comentários mais acima, mal viu o nome Chouriça, fez logo a piada, para ver se ela aparece por aqui e se "pica".

E tu agora dizes que a Chouriça é a mulher do Chouriço....lindo, magnífico. Adorei!
Beijinhos

Campainha disse...

Ena! Eu faço umas quiches e um bolo de chocolate! obrigada pelo convite! :)

de dentro pra fora.... disse...

Ena ! hoje vim mais tarde ..será que ainda venho a tempo de meter a "unha" no churrasco?...Já agora ninguem trouxe a saladinha!?...

Isto é aquilo a que se chama , bons vizinhos, no que toca a comer e conviver toda gente ajuda, sim senhor!!

paula g disse...

chamaram por mim?!?.....como o meu marido diz, é que nem todos têm brazão,não é mana?É chique,bem!!! Acerca do teu post,vizinha,amei!!!não há nada melhor que uma boa vizinhança.A vizinha eva tambem ri de eu ser brazonada...